Pólipos do Cólon: tudo que você precisa saber

polipos-do-colon-dr-quelson-coelho
83 / 100

O QUE SÃO PÓLIPOS DO CÓLON?

Um pólipo do cólon é um pequeno aglomerado de células que se forma no revestimento do cólon. A maioria dos pólipos do cólon são inofensivos. Mas ao longo do tempo, alguns pólipos do cólon podem se desenvolver em câncer de cólon, que muitas vezes é fatal quando encontrado em seus estágios mais avançados.

Qualquer pessoa pode desenvolver pólipos do cólon. Você está em maior risco se você tem 50 anos ou mais, está com sobrepeso ou é fumante, ou tem uma história pessoal ou familiar de pólipos do cólon ou câncer de cólon.
Os pólipos do cólon muitas vezes não causam sintomas.

É importante realizar exames de rastreio regularmente, como a colonoscopia, porque os pólipos do cólon encontrados nos estágios iniciais geralmente podem ser removidos com segurança e completamente. A melhor prevenção para o câncer do cólon é rastreio regular dos pólipos.

QUAIS SÃO OS TIPOS DE PÓLIPOS DO CÓLON?

Existem vários tipos de pólipos do cólon, incluindo:

  • Adenoma tubular: Cerca de dois terços de todos os pólipos são adenomatosos. Apenas uma pequena porcentagem deles realmente se tornam cancerosos. Mas quase todos os pólipos malignos são adenomatosos.
  • Pólipo Serrilhado: Dependendo do seu tamanho e localização no cólon, pólipos serrilhados podem se tornar cancerosos. Pequenos pólipos serrilhados no cólon, também conhecidos como pólipos hiperplásicos, raramente são malignos. Pólipos serrilhados maiores – tipicamente planos (sésseis) e difíceis de detectar – são pré-cancerosos.
  • Pólipo Inflamatório: Estes pólipos podem surgir em decorrência de crises de colite ulcerativa ou doença de Crohn do cólon. Embora os pólipos em si não são uma ameaça significativa, tendo colite ulcerativa ou doença de Crohn do cólon aumenta o risco global de câncer do cólon.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DOS PÓLIPOS DO CÓLON?

Os pólipos do cólon frequentemente não causam sintomas. Você pode não saber que tem um pólipo até que seu médico o encontre durante um exame de seu intestino.

Mas algumas pessoas com pólipos do cólon podem apresentar:

  • Sangramento retal: Isso pode ser um sinal de pólipos do cólon ou câncer ou outras condições, como hemorróidas ou pequenas fissuras no ânus.
  • Mudança na cor das fezes: O sangue pode aparecer como traços vermelhos em suas fezes ou fazer fezes aparecem pretas. Uma mudança na cor também pode ser causada por alimentos, medicamentos e suplementos.
  • Mudança nos hábitos intestinais: Constipação ou diarreia que dura mais de uma semana pode indicar a presença de um grande pólipo do cólon. Mas uma série de outras condições também podem causar alterações nos hábitos intestinais.
  • Dor, náusea ou vômito: Um grande pólipo do cólon pode parcialmente obstruir o seu intestino, levando a dor abdominal, náuseas e vômitos.
  • Anemia por deficiência de ferro: Sangramento de pólipos podem ocorrer lentamente ao longo do tempo, sem sangue visível em suas fezes. Sangramento crônico rouba ferro do seu corpo. O resultado é anemia ferropriva, que pode fazer você se sentir cansado e com falta de ar.

O QUE CAUSA OS PÓLIPOS DO CÓLON?

Células saudáveis crescem e se dividem de forma ordenada. Mutações em certos genes podem fazer com que as células continuem a se dividir, mesmo quando novas células não são necessárias.

No cólon e no reto, este crescimento não regulado pode causar a formação de pólipos.

Os pólipos podem desenvolver-se em qualquer parte do intestino grosso. Em geral, quanto maior o pólipo, maior a probabilidade de câncer.

Os fatores que podem contribuir para a formação de pólipos ou câncer do cólon incluem:

  • Idade: A maioria das pessoas com pólipos do cólon tem 50 anos ou mais.
  • Doença inflamatória intestinal: tais como colite ulcerativa e doença de Crohn.
  • História familiar: É mais provável que você desenvolva pólipos ou câncer de cólon se tiver um pai, um irmão ou um filho com pólipo ou câncer de colon. Se muitos membros da família os têm, o risco é ainda maior. Em algumas pessoas, essa conexão não é hereditária.
  • Tabagismo e uso de álcool.
  • Obesidade e falta de exercício.
  • Diabetes tipo 2 que não está bem controlado.
  • Distúrbios hereditários raros que causam pólipos do cólon (como Síndrome de Lynch, Polipose adenomatosa familiar ou Síndrome de Gardner, por exemplo)

QUAIS SÃO AS POSSÍVEIS COMPLICAÇÕES DOS PÓLIPOS DO CÓLON? COMO EVITÁ-LAS?

Alguns pólipos do cólon podem tornar-se cancerosos.

Testes de triagem desempenham um papel fundamental na detecção de pólipos antes que se tornem cancerosos. Esses testes também podem ajudar a encontrar câncer colorretal em seus estágios iniciais, quando você tem uma boa chance de recuperação.

Os métodos para evitar o câncer de cólon são:

  • Colonoscopia: É o teste mais sensível para pólipos colorretais e câncer. Se forem encontrados pólipos, o seu médico pode removê-los imediatamente ou tomar amostras de tecido (biópsias) para análise.
  • Colonoscopia virtual: É um teste minimamente invasivo que usa uma tomografia computadorizada para ver seu cólon. A colonoscopia virtual requer a mesma preparação intestinal que a colonoscopia. Se um pólipo for encontrado, você precisará de colonoscopia para removê-lo.
  • Sigmoidoscopia flexível: Trata-se de um tubo delgado, iluminado é inserido no seu reto e no o último terço do seu cólon (sigmóide) para examiná-los. Se um pólipo for encontrado, você precisará de colonoscopia para removê-lo.

COMO PREVENIR OS PÓLIPOS DO CÓLON E O CÂNCER DE CÓLON?

Cuidados de acompanhamento

Se você teve um pólipo adenomatoso ou um pólipo serrilhado, você está com maior risco de desenvolver câncer de cólon. O nível de risco depende do tamanho, número e características dos pólipos adenomatosos que foram removidos.

Você precisará de exames de acompanhamento para os pólipos. Seu médico deve recomendar uma nova colonoscopia dentro de alguns meses ou até em 5 anos para uma nova avaliação. Só o seu médico sabe informar qual o tempo necessário para repetir o exame.

É importante preparar completamente o cólon antes da colonoscopia. Se as fezes permanecem no cólon e obstrui a visão do seu médico da parede do cólon, você provavelmente vai precisar de uma colonoscopia de acompanhamento mais cedo do que as diretrizes especificam.

Prevenção

Pode-se reduzir muito o risco de pólipos do cólon e câncer colorretal realizando avaliações regulares. Algumas mudanças no estilo de vida também podem ajudar:

  • Coma frutas, legumes e grãos integrais.

  • Reduza sua ingestão de gordura.

  • Limite o consumo de álcool.

  • Não fume.

  • Fique fisicamente ativo e mantenha um peso corporal saudável.

  • Se você foi diagnosticado com uma doença hereditária que causa pólipos do cólon, você precisará de colonoscopias regulares começando na idade adulta jovem.

Leia também:

Artigos Recentes

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *