PANCREATITE AGUDA: CAUSAS E TRATAMENTO

pancreatite-aguda-dr-quelson-coelho
79 / 100

Pancreatite aguda é uma inflamação do pâncreas, caracterizada por episódios de dor abdominal e elevação das enzimas pancreáticas no sangue. Normalmente é de curta duração, não causando grandes prejuízos à saúde.

Uma pequena proporção de pessoas tem uma doença mais grave que requer cuidados médicos intensivos. Em todos os casos, é essencial determinar a causa subjacente da pancreatite aguda e, se possível, tratar essa condição para evitar uma recorrência.

___

CAUSAS PANCREATITE AGUDA

Existem muitas causas subjacentes possíveis de pancreatite aguda, mas 60 a 75 por cento de todos os casos são causados por cálculos biliares ou abuso de álcool.

Pancreatite biliar –  Como a vesícula biliar e o pâncreas compartilham um ducto de drenagem, os cálculos biliares que se alojam nesse duto podem impedir o fluxo normal das enzimas pancreáticas e desencadear a pancreatite aguda.

Pancreatite alcoólica – O álcool é uma causa comum de pancreatite aguda. Pancreatite alcoólica é mais comum em indivíduos que têm uma longa história de abuso de álcool.

Pancreatite induzida por drogas – Vários medicamentos usados para tratar condições médicas podem desencadear pancreatite aguda.

Pancreatite Pós-CPRE – A colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) é um procedimento que é feito para avaliar a vesícula biliar ou o pâncreas. A pancreatite aguda se desenvolve em cerca de 3 a 5% das pessoas que se submetem à CPRE. A maioria dos casos de pancreatite induzida por CPRE é leve.

Condições hereditárias – A pancreatite aguda pode ser causada por condições hereditárias, como hipertrigliceridemia familiar (níveis elevados de triglicerídeos no sangue) e pancreatite hereditária. Essas condições geralmente ocorrem em crianças e adultos jovens.

Inexplicável – Nenhuma causa subjacente pode ser identificada em cerca de 20% das pessoas com pancreatite aguda. Esta condição é chamada pancreatite idiopática. Apenas uma pequena proporção desse grupo sofrerá ataques adicionais ao longo do tempo.

___

SINTOMAS DE PANCREATITE AGUDA

A pancreatite aguda frequentemente se apresenta com dor súbita e constante na parte superior do abdome, embora outras condições médicas também possam causar esse tipo de dor. A dor pode ser em faixa, pegando a parte de cima do abdome e parte das costas.. A dor geralmente dura dias e é frequentemente aliviada pela inclinação para frente. Algumas pessoas têm apenas aumento da sensibilidade abdominal e em 5 a 10% das pessoas, não há dor.

Em pessoas com pancreatite por cálculos biliares, a dor na vesícula biliar pode ocorrer antes da dor pancreática. Dor na vesícula biliar (referida como cólica biliar) ocorre no abdome superior direito, estendendo-se para as costas e ombro direito. A dor aumenta gradualmente a intensidade, é constante e pode ser acompanhada de náuseas e vômitos. Dor na vesícula biliar geralmente ocorre após uma refeição.

___

DIAGNÓSTICO DE PANCREATITE AGUDA

O diagnóstico de pancreatite aguda pode ser difícil porque os sinais e sintomas da pancreatite são semelhantes a outras condições médicas. O diagnóstico é geralmente baseado em uma história médica, exame físico e os resultados dos testes de diagnóstico.

Critérios para fazer um diagnóstico:
1.  Dor abdominal típica;
2.  Elevação dos valores das enzimas pancreáticas no sangue, 3 vezes ou mais; e
3. Inflamação da glândula na tomografia computadorizada (TC) ou na ressonância magnética (MRI). aguda e às causas subjacentes mais prováveis. (Veja “Manifestações clínicas e diagnóstico de pancreatite aguda”.)

Uma vez feito o diagnóstico de pancreatite aguda, são necessários testes adicionais para determinar a causa subjacente. Isso garante que o tratamento correto seja dado para prevenir a recidiva da pancreatite.

Exames de imagem – Os exames de imagem fornecem informações sobre a estrutura do pâncreas, os ductos que drenam o pâncreas e a vesícula biliar e os tecidos que circundam o pâncreas. Testes de imagem podem incluir um raio-x do abdome, tórax, tomografia computadorizada ou ressonância magnética do abdome.
Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) – CPRE é um procedimento que pode ser usado para remover pedras do ducto biliar se a pancreatite for causada por cálculos biliares ou outros problemas com os ductos biliares ou pancreáticos. Além disso, a CPRE pode ser usada para tratar algumas causas de pancreatite.

___

TRATAMENTO DE PANCREATITE AGUDA

Os objetivos do tratamento da pancreatite aguda são aliviar a inflamação pancreática e corrigir a causa subjacente. O tratamento geralmente requer hospitalização por pelo menos alguns dias.

Pancreatite leve – A pancreatite leve geralmente se resolve com cuidados de suporte simples, o que implica monitoramento, medicamentos para controlar a dor e fluidos intravenosos. O paciente pode ficar sem comer nada durante os primeiros dias se tiver náusea ou vômito.

Pancreatite moderada a grave – A pancreatite moderada a grave requer um acompanhamento mais extenso e cuidados de suporte. Isso ocorre porque a pancreatite grave pode levar a complicações potencialmente fatais, incluindo danos ao coração, pulmão e rins. Pessoas com pancreatite desta gravidade podem ser monitoradas de perto em uma unidade de terapia intensiva.

Tratamento com pancreatite biliar – Em pessoas que têm pancreatite por cálculo biliar, o tratamento da pancreatite é geralmente associado ao tratamento de cálculos biliares. Isso pode incluir um procedimento para aliviar o bloqueio causado pelo cálculo.
A pancreatite biliar recorre em 30 a 50 por cento das pessoas após um ataque inicial de pancreatite. A remoção cirúrgica da vesícula biliar (colecistectomia) é frequentemente recomendada durante a mesma admissão em casos leves para evitar uma recorrência.
Em pessoas idosas e com sérios problemas médicos, pode não ser seguro remover a vesícula biliar. Neste caso, a colangiopancreatografia retrógrada endoscópica pode ser feita para aumentar a abertura do ducto biliar. Isso permitiria que pedras da vesícula biliar passassem, ajudando a prevenir a recorrência de pancreatite aguda.

___

Saiba mais: 

Tire suas dúvidas sobre o câncer de pâncreas

Síndrome do Intestino Irritado: dieta para aliviar os sintomas

Câncer de estômago: sintomas, causas e tratamentos

Pólipos do Cólon: tudo que você precisa saber

O que é câncer de estômago?

Tire suas dúvidas sobre diarreia

Problema estomacal: o que pode ser?

Gastrite Nervosa – sintomas, causas e tratamento

___

Fonte: Uptodate: Patient  education: Acute pancreatitis (beyond the Basics) http://www.uptodate.com

Artigos Recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *