Esofagite Eosinofílica: sintomas, causas e tratamento

Esofagite-Eosinofílica-dr-quelson-coelho
79 / 100

A Esofagite Eosinofílica é uma doença crônica do sistema imunológico.

Essa doença foi identificada apenas nas últimas duas décadas, mas agora é considerada uma das principais causas de doença do sistema digestivo (gastrointestinal). Várias pesquisas estão em andamento e provavelmente levará a revisões no diagnóstico e no tratamento da esofagite eosinofílica.

Quais são os sintomas da Esofagite Eosinofílica?

Os principais sintomas são:
  • Dificuldade de deglutição (disfagia)
  • Alimentos que ficam presos no esôfago após engolir (impactação)
  • Dor no peito que geralmente está localizada centralmente e não responde aos antiácidos
  • Azia persistente
  • Dor abdominal superior
  • Nenhuma resposta à medicação para refluxo gastroesofágico
  • Retorno de alimentos não digeridos (regurgitação)

Leia também sobre Doença do Refluxo Gastroesofágico

O que causa Esofagite Eosinofílica?

Os eosinófilos são um tipo normal de glóbulos brancos (células de defesa) presentes no seu aparelho digestivo. No entanto, na Esofagite Eosinofílica, você tem uma reação alérgica a alguma substância externa. A reação pode ocorrer da seguinte maneira:

1- Reação do esôfago: O revestimento do esôfago reage a alérgenos, como alimentos ou pólen.

2- Multiplicação de eosinófilos: Os eosinófilos se multiplicam em seu esôfago e produzem uma proteína que causa inflamação.

3- Dano ao esôfago: A inflamação pode levar à cicatrização, estreitamento e formação de tecido fibroso excessivo no revestimento do esôfago.

4- Disfagia e impactação: Você pode ter dificuldade em engolir (disfagia) ou a comida ficar presa ao engolir (impactação).

5- Sintomas adicionais: Você pode ter outros sintomas, como dor torácica ou dor de estômago.

Houve um aumento significativo no número de pessoas diagnosticadas com esofagite eosinofílica na última década. Em primeiro lugar, os pesquisadores achavam que isto era devido ao aumento da conscientização dos médicos e maior disponibilidade de testes. No entanto, estudos agora sugerem que a doença está se tornando cada vez mais comum, paralelamente ao aumento da asma e alergia.

Quais fatores aumentam a chance de ter Esofagite Eosinofílica?

Alguns fatores podem contribuir para o desenvolveminto da doença. Os principais são:

Clima: As pessoas que vivem em um clima frio ou seco são mais propensas do que aquelas em outros climas a serem diagnosticadas com esofagite eosinofílica.

Estação: É mais provável que você seja diagnosticado entre a primavera e o outono, provavelmente porque os níveis de pólen e outros alérgenos são mais elevados e as pessoas estão mais propensas a estar ao ar livre.

Sexo: A esofagite eosinofílica é mais comum nos homens do que nas mulheres.

História na família: Acredita-se que essa doença tenha algum componente genético envolvido. Se os membros da sua família tiverem esofagite eosinofílica, você tem maiores chances de também ter a doença.

Alergias e asma: Se você tem alergias alimentares ou ambientais, asma, dermatite atópica ou uma doença respiratória crônica, é mais provável que você seja diagnosticado com esofagite eosinofílica.

Idade: Originalmente, pensava-se que a esofagite eosinofílica era uma doença da infância, mas agora é conhecido por ser comum em adultos também. Os sintomas diferem um pouco entre crianças e adultos.

Quais são as complicações da Esofagite Eosinofílica?

Em algumas pessoas, a esofagite eosinofílica pode levar às seguintes condições:

Cicatrização e estreitamento do esôfago: Isso dificulta a ingestão e mais provável que você tenha comida ficando presa.

Dano ao esôfago: A passagem do alimento, vômitos ou a impactação alimentar pode causar machucados no esôfago que já está mais inflamado e sensível.

Qual o tratamento da Esofagite Eosinofílica?

O seu médico considerará os seus sintomas e os resultados dos exames para diagnosticar a esofagite eosinofílica. Isto irá incluir determinar se você tem doença de refluxo gastroesofágico (DRGE).

Os testes para diagnosticar esofagite eosinofílica incluem:

Endoscopia Digestiva: O seu médico usará um tubo estreito longo (endoscópio) contendo uma câmera leve e pequena para examinar o seu esôfago.

Biopsia: Durante uma endoscopia, seu médico realizará uma biópsia do esôfago. Uma biópsia envolve retirar um pequeno pedaço de tecido. Seu médico provavelmente tomará múltiplas amostras de seu esôfago e, em seguida, examinará o tecido no microscópio.

Qual o tratamento da Esofagite Eosinofílica?

A esofagite eosinofílica é considerada uma doença recorrente crônica, o que significa que a maioria das pessoas exigirá tratamento contínuo para controlar seus sintomas.

O tratamento envolverá um ou mais dos seguintes itens:

Terapia dietética

Dependendo da sua resposta aos testes de alergias alimentares, seu médico pode recomendar que pare de comer certos alimentos, como produtos lácteos ou de trigo, para aliviar seus sintomas e reduzir a inflamação. É por vezes necessária uma dieta mais limitada.

Medicação

Inibidor da bomba de prótons (PPI): Seu médico provavelmente primeiro irá prescrever um bloqueador de ácido. Este tratamento é o mais fácil de usar, mas os sintomas das pessoas às vezes não melhoram.

Esteroide tópico: Se você não responder ao PPI, seu médico provavelmente prescreverá um esteróide tópico, como fluticasona ou budesonida, que é um líquido que é engolido para tratar a esofagite eosinofílica. Este tipo de esteróide não é absorvido na corrente sanguínea, então você provavelmente não terá os efeitos colaterais típicos freqüentemente associados aos esteróides.

Dilatação

Se você tiver estreitamento severo do esôfago, seu médico pode recomendar a dilatação para facilitar a ingestão. A dilatação pode ser realizada se os esteróides não forem úteis. Ou, a dilatação pode ser uma escolha para evitar o uso contínuo da medicação.

Saiba mais:

Omeprazol causa demência?

Câncer de estômago: sintomas, causas e tratamentos

Queimação no estômago: o que eu preciso saber

Cirrose tem cura? Descubra aqui.

Intolerância ao leite: sintomas e tratamento

Tire suas dúvidas sobre Hepatite C Crônica

Intolerância à Lactose: Tudo que você precisa saber

Hérnia de Hiato: sintomas, diagnóstico e tratamento

7 sintomas de gastrite crônica

Fonte: [1] http://www.aaaai.org/conditions-and-treatments/related-conditions/eosinophilic-esophagitis

Artigos Recentes

One Response

  1. Tirei quase todas as minhas dúvidas através dessas explicações . Certíssimos . Eu já operei de hérnia de hiato , a recuperação foi dificílima . Faço endoscopia uma vez ao ano . Sempre dá esofagite . É péssimo . Sinto tudo q li no texto . É uma doença crônica . Hoje , tenho até medo de comer . Quase tudo faz mal , volta e como ” engasgo “. Obrigada pelo texto .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *